Seja mais produtivo no terminal

Introdução

Se você é um usuário GNU/Linux de longa data, provavelmente usa o terminal com regularidade, e já descobriu que a maioria das tarefas é realizada muito mais rapidamente nele do que utilizando uma GUI. Ainda assim, quando você está terminando de digitar um comando longo e tem que corrigir uma das palavras bem no meio dele, à medida que seus dedos procuram a seta da esquerda para poder alcançar a palavra malcriada, você se pergunta: não há uma maneira melhor de fazer isso?

GNU Readline ao resgate!

A solução está em uma biblioteca que é amplamente utilizada por diversas aplicações no mundo *NIX: a GNU Readline. Esta biblioteca, como seu nome diz, fornece um conjunto de funções que permitem ao usuário editar linhas de comando à medida que elas são digitadas, bem como outros recursos, tais como a manutenção de um histórico das linhas digitadas e sua navegação. Desse modo, os atalhos que você usa no bash serão igualmente úteis quando estiver no prompt do MySQL!

Experimente os atalhos abaixo para agilizar sua vida no terminal:

Ctrl-L: limpa o terminal atual, mantendo a linha digitada até o momento.
Ctrl-A: desloca o cursor para o início da linha.
Ctrl-E: desloca o cursor para o final da linha.
Ctrl-W: apaga a palavra anterior.
Ctrl-K: apaga do cursor até o final da linha.
Ctrl-U: apaga do cursor até o início da linha.
Ctrl-Y: cola o texto apagado anteriormente na posição atual do cursor.
Ctrl-/: desfaz (undo) a ação anterior.

Alt-B: volta uma palavra.
Alt-F: avança uma palavra.
Alt-D: apaga a palavra atual.
Alt-C: capitaliza a palavra atual.
Alt-L: converte a palavra atual para minúsculas.
Alt-U: converte a palavra atual para maiúsculas.
Alt-T: troca a palavra atual pela anterior.

No próximo artigo, iremos explorar como navegar eficientemente pelo histórico dos comandos digitados. Até lá!

Leave comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *.